O diagnóstico de intolerâncias na era da consciência alimentar

Eliminar alimentos que causam hipersensibilidade proporciona uma melhoria notável em um alto percentual de pacientes.


Muitos indivíduos sofrem de intolerância alimentar crônica a determinados alimentos. Estima-se que aproximadamente 20% da população poderá apresentar este tipo de reação.

A intolerância alimentar pode aparecer em qualquer fase da vida, mesmo que a pessoa tenha consumido o alimento causador durante muitos anos. Esta condição é caracterizada por uma reação tardia inflamatória desencadeada pelo trato digestivo.

A retirada dos alimentos da dieta aos quais o indivíduo apresenta anticorpos específicos proporciona uma melhoria significativa na sua sintomatologia, que pode variar desde acne a dores nas articulações. Nestes indivíduos, a exclusão dos alimentos da dieta aos quais apresentam hipersensibilidade (títulos de IgG elevados) proporciona uma visível melhoria em aproximadamente 75% dos casos. Os alimentos podem voltar a ser introduzidos na dieta, de forma gradual, após 6 meses.

Esta reação é muitas vezes confundida com uma alergia alimentar. As alergias alimentares são caracterizadas por uma resposta imediata do sistema imune logo após o consumo do alimento (partícula proteica) ou outras substâncias específicas que desencadeiem toxicidade ao indivíduo. O corpo por sua vez, acreditando ser o alimento uma substância agressora, cria anticorpos contra o mesmo. Elas comumente surgem durante a infância com pequenas chances de desaparecer ao longo do crescimento e desenvolvimento do sistema imunológico da pessoa.

Confundir essas duas condições é normal, afinal, elas podem ser causadas até pelos mesmos alimentos. Entretanto, o diagnóstico diferencial, correto e assertivo, que pode garantir um tratamento clínico eficiente, já é realidade.

Com o avanço da ciência, testes de inovação que possibilitam a análise dos principais alimentos que podem desencadear este tipo de reação imunológica estão cada vez mais acessíveis na vida das pessoas. A identificação do perfil de intolerância por meio de testes que avaliam os principais alimentos relacionados a esse tipo de reação a partir de uma simples amostra de soro tem garantido melhor direcionamento na conduta clínica, proporcionando assim maiores benefícios a vida do paciente.

O A200 do Grupo SYNLAB avalia a resposta do sistema imunológico frente a mais de 200 alimentos da dieta mediterrânea. Com uma simples coleta de sangue é possível saber quais alimentos podem ser potencialmente prejudiciais à sua saúde.

Sobre o Grupo SYNLAB
O Grupo SYNLAB é líder na prestação de serviços de diagnóstico médico na Europa, disponibilizando uma gama completa de serviços de análise clínica laboratorial a pacientes, profissionais de saúde, clínicas e indústria farmacêutica. Proveniente da união da Labco com a synlab, o novo Grupo SYNLAB é o indiscutível líder europeu em serviços de laboratório médico.

Referências bibliográficas
Zopf Y, Baenkler HW, Silbermann A, Hahn EG, Raithel M. The differential diagnosis of food intolerance. Dtsch Arztebl Int. 2009;106(21):359-69; quiz 369-70; 4 p following 370.

Jian L, Anqi H, Gang L, Litian W, Yanyan X, Mengdi W, Tong L. Food Exclusion Based on IgG Antibodies Alleviates Symptoms in Ulcerative Colitis: A Prospective Study. Inflamm Bowel Dis. 2018 May 16. doi: 10.1093/ibd/izy110. [Epub ahead of print]

Shakoor Z, AlFaifi A, AlAmro B, AlTawil LN, AlOhaly RY. Prevalence of IgG-mediated food intolerance among patients with allergic symptoms. Ann Saudi Med. 2016 Nov-Dec;36(6):386-390.

Assine a nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades sobre nossos exames